domingo, 11 de abril de 2010

Carrasqueira

Ontem andámos pelo montado da zona do Sado e chegámos, ao fim da tarde, a esta obra-prima da arquitectura popular, o cais palafítico da Carrasqueira. Único da Europa, é construído de estacas de madeira irregular, aparentemente frágeis, das décadas de 1950 e 1960, que servem de embarcadouro aos barcos de pesca que ali acostam. Ora estão enterradas no lodo, ora na água, segundo as marés.

Integrada na reserva natural do Estuário do Sado, a aldeia ribeirinha conserva uma impressionante rede de estacaria que se estende centenas de metros pelos esteiros lamacentos do rio Sado.

 

 Ponto de atracção turística, é um dos locais mais visitados no concelho, o cais continua, no entanto, a cumprir a missão para que foi construído: permitir o acesso dos pescadores aos barcos, mesmo durante a baixa-mar.

 







Ao longo dos diversos cais erguem-se pequenas casas construídas em madeira, que servem de arrecadações.


















Para refazer as forças fomos ao Gonçalves comer choco frito e beber umas imperiais.

1 comentário:

  1. Fantásticas fotos Luís. Parabéns

    Helena Encarnação

    ResponderEliminar